Estrutura Formal e instrumentos da Controladoria em Empresas Familiares que buscam implementar boas práticas de Governança Corporativa

José Orcélio do Nascimento, Flavia Regina Cascarelli Martins, Marcus Vinicius Moreira Zittei, Leonardo Fabris Lugoboni, Juliano Augusto Orsi de Araujo

Resumo


Este estudo tem o objetivo de demonstrar a estrutura formal e os instrumentos que são utilizados pela controladoria nas empresas familiares que buscam implementar boas práticas de governança corporativa. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com abordagem quantitativa. A técnica utilizada para a coleta de dados foi um questionário enviado para preenchimento do controller ou do responsável pelo departamento de controladoria das empresas indicadas pelo IBGC na publicação dos Casos de Empresas Familiares Não-Listadas: Experiências na Aplicação de práticas de Governança realizada em 2011, sendo referência para o estudo das empresas familiares de médio porte, localizadas no estado de São Paulo. Os resultados demonstram que a cultural familiar poderá interferir no processo de gestão das empresas familiares, e o departamento de controladoria é um mecanismo interno que possui elementos que poderão contribuir positivamente na implementação de melhores práticas de governança, pois além de interagir com os agentes de governança (conselho de administração, auditoria independente, proprietários e principalmente no processo de gestão), a sua missão é comum aos princípios básicos de governança corporativa. A estrutura da controladoria é de apoio organizacional refletindo as necessidades e objetivos das empresas familiares que buscam aprimorar as suas práticas de Governança Corporativa.


Palavras-chave


Estrutura de Controladoria; Empresas Familiares; Governança Corporativa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexadores: