Estudo e proposição operacional para melhoria na gestão dos resíduos em canteiros

Jeferson Santos Santana, Bruna Luiza Rodrigues de Sousa, Weber Kith Agostinho, Wennedy dos Santos Gomes, Willian Ferreira de Paiva, Wimblindon Monte Negro Chagas de Paiva, Elisangela Silvana Cardoso

Resumo


A Construção Civil é o ramo da indústria que mais consome recursos naturais e responde por cerca de 50% dos resíduos gerados nas áreas urbanas. Considerando os impactos causado por este setor apoiado pelos eixos norteadores da sustentabilidade, este estudo tem por objetivo propor alternativas para minimizar as perdas envolvidas nos processos produtivos da Construção Civil, promovendo-se uma melhoria no gerenciamento e, consequentemente recolocando os atuais resíduos dentro da cadeia produtiva mitigando-se a geração de passivos ambientais. Para realização deste estudo a metodologia adotada consistiu-se em revisão bibliográfica, tendo como base para a elaboração do artigo diversas fontes profissionais e didáticas. São apresentados dados quantitativos sobre a geração de resíduos da construção civil, nos âmbitos internacional e nacional. Apresentam-se ainda dados relevantes sobre as perdas envolvidas na construção e suas particularidades. É proposto um Projeto de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil, discorrendo sobre as fases contidas no mesmo. Por fim ressalta-se a necessidade de treinamento dos recursos humanos envolvidos no projeto e o monitoramento periódico para averiguação do andamento processo e melhoria do comprometimento dos funcionários.


Palavras-chave


Resíduos da Construção Civil. RCC. Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil.

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, L. H., SANTANA, M. H. Análise do Gerenciamento de Múltiplos Projetos na Construção Civil. (2010). Disponível em: . Acesso em: 02 mar. 2018.

ANKERMANN, W. Gestão de resíduos na construção civil: Redução, Reutilização e Reciclagem. (2017). Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2018.

ARAÚJO, V. M.; CARDOSO, F. F. Análise dos aspectos e impactos ambientais dos canteiros de obras e suas correlações Boletim Técnico da Escola Politécnica da USP Departamento, 2010. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA E RESÍDUOS ESPECIAIS (ABRELPE). Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2009 a 2016. São Paulo, 2016. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2018.

BAPTISTA JUNIOR, J. V.; ROMANEL, C. Sustentabilidade na indústria da construção: uma logística para reciclagem dos resíduos de pequenas obras. URBE - Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 5, n. 480, p. 27, 2013.

BASTOS, L. W. Análise de custos dos desperdícios na construção civil. (2015). Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2018.

BRASIL, Ministério do Meio Ambiente (MMA): Conama disciplina geração de resíduos sólidos da construção civil. (2002). Disponível em: . Acesso em: 06 set. 2018.

BRASIL, Ministério do Meio Ambiente (MMA): Construção Sustentável. (2018). Disponível em: Acesso em: 28 fev. 2018.

BRASILEIRO, L. L.; MATOS, J. M. E. Revisão bibliográfica: reutilização de resíduos da construção e demolição na indústria da construção civil. Cerâmica, v. 61, n. 358, p. 178–189, 2015.

CEMENT, Global. Defining the trend cement. (2014). Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2018.

COMITÊ INTERSETORIAL PARA A POLÍTICA MUNICIPAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Cidade de São Paulo. p. 456, 2014.

CONSTRUCT: Desperdício na construção civil: Impactos no meio ambiente. (2016). Disponível em: Acesso em: 23 fev. 2018.

COUTINHO, L.; FERRAZ, J. C. et al. Estudo da Competitividade da Indústria Brasileira. São Paulo: Editora Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, 1994.

FORMOSO, C. T. et al. As Perdas na Construção Civil: Conceitos, Classificações e seu Papel na Melhoria do Setor. Porto Alegre, 1997. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2018.

GROHMANN, M. Z. Redução do desperdício na construção civil: levantamento das medidas utilizadas pelas empresas de Santa Maria. (1998). Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2018.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Diagnóstico dos Resíduos Sólidos da Construção Civil: Relatório de Pesquisa. Brasília, 2012. Disponível em:. Acesso em: 08 abr. 2018.

JOHN, W. M. Reciclagem de resíduos na construção civil: Contribuição para metodologia de pesquisa e desenvolvimento. 2000. 113 f. Tese (Doutorado). Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2018.

JUNIOR, Elenaldo Fonseca de Oliva; FREIRE, Raiane Souza. Os Impactos ambientais decorrentes da produção de resíduos sólidos urbanos e seus riscos a saúde humana. (2013). Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2018.

LIMA, R. S.; LIMA, R. R. R. Guia para Elaboração de Projeto de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil. Londrina, 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 mar. 2018.

M. Lordêlo, Patrícia, P. A. Evangelista, Patrícia e G. A. Ferraz, Tatiana. Programa de gestão de resíduos em canteiros de obras: método, implantação e resultados, 2007.

MEIRA, A. R. et al. Metodologia para redução das perdas na construção civil (1998). Disponível em: . Acesso em: 24 fev. 2018.

MIRANDA, L. F. R.; BROCARDO, F. L M. Relatório Pesquisa Setorial 2014 ̸ 2015: A Reciclagem de Resíduos de Construção e Demolição no Brasil. Associação Brasileira para a Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição. São Paulo, 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 mar. 2018.

MORAND, F. G. Estudo das Principais Aplicações de Resíduos de Obra como Materiais de Construção. 2016. 91 f. Projeto de Graduação – Faculdade de Engenharia Civil, Escola Politécnica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2018.

NASCIMENTO, J. M. A importância da compatibilização de projetos como fator de redução de custos na construção civil. Revista Especialize On-line IPOG, v. 1, p.1-11, (2014). Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2018.

NORO, G. B. Tomada de decisão em Gestão de Projetos: um estudo realizado no setor de construção civil. (2012). Disponível em: Acesso em: 08 mar. 2018.

PINTO, T. P. et al. Gestão Ambiental de Resíduos da Construção Civil: A Experiência do SINDUSCON/SP. São Paulo: SINDUSCON/SP, São Paulo, 2005. 48 p. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2018.

PINTO, T. P. Metodologia para a gestão diferenciada de resíduos sólidos da construção urbana. São Paulo, (1999). Tese (doutorado). Disponível em: Acesso em: 06 mar. 2018.

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS (PSJC). Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos – PMGRIS. São José dos Campos, [s.d.]. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2018.

Resolução CONAMA nº 307 de 17 de julho de 2002. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2018.

RIBEIRO, M. C. et al. Redução Dos Resíduos Da Construção Civil : Uma Tendência Para As Novas Construções. n. 1, p. 1–6, 2016.

RIBEIRO, Souza Sara, ALBUQUERQUE, Vasconcellos Ana Maria e SOBRINHO, Vasconcellos Mário. Gestão de resíduos sólidos na construção civil. Artigo - IX colóquio organizações, desenvolvimento e sustentabilidade - CODS e II congresso brasileiro de gestão, 2014.

ROSA, F. P. Perdas na construção civil: diretrizes e ferramentas para controle. (2001). Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2018.

SANTOS, Aguinaldo et al. Método de Intervenção para Redução de Perdas na Construção Civil: manual de utilização. Porto Alegre: SEBRAE/RS,(1996). Disponível em: Acesso em: 08 mar. 2018.

SENAI; SEBRAE. Gestão de resíduos na construção civil: Redução, Reutilização e Reciclagem. (2005). Disponivel em: . Acesso em: 02 mar. 2018.

SINDUSCON-SP. Gestão Ambiental de Resíduos da Construção Civil. São Paulo, 2005.

TAVARES, Aureliano, LONGO, Orlando, SUETH, Robson. Conflitos na Gestão de Pessoas na Construção Civil. Artigo – XI Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia – tema Gestão do conhecimento para a sociedade, 2014.

VALOTTO, D. V. Busca de informação: gerenciamento de resíduos da construção civil em canteiro de obras. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade Estadual de Londrina, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797