GOVERNANÇA E SUSTENTABILIDADE: CONSTITUINDO NOVOS PARADIGMAS NA PÓS-MODERNIDADE

Paulo Marcio Cruz, Maikon Cristiano Glasenapp

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar uma reflexão inicial sobre a construção e/ou constituição de novos paradigmas para a civilização pós-moderna, a partir das teses e teorias contemporâneas sobre a crise da modernidade identificada pela problemática ambiental e caracterizada pela sociedade de risco. Por conseguinte, apresenta-se a sustentabilidade como paradigma sócio-político-cultural, e que deverá ser construído a partir de múltiplas dimensões, que incluem variáveis ecológicas, socias, econômicas, tecnológicas e político-jurídicas, num novo contexto de comunicação e governança (transnacional) que possibilite a ressignificação dos valores modernos (liberais) dominantes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2357-9676