Expansão rápida da maxila e as alterações anatômicas da cavidade nasal e do padrão respiratório

José Maurício de Abreu Carceles, Luciano Nogueira de Almeida Campos, Paulo Sergio Kozara, Mario Cappelette Junior

Resumo


A deficiência transversal da maxila é uma anomalia dento- facial relacionada à diminuição do diâmetro do arco maxilar. Este tipo de deformidade está muitas vezes associado à deficiência respiratória nasal, sendo um importante fator etiopatogênico. O objetivo deste trabalho é, utilizando-se de artigos encontrados da literatura, relatar a relação existente entre a expansão maxilar, o alargamento da cavidade nasal, bem como as alterações na resistência aérea nasal e no fluxo aéreo. Conclui-se que a Expansão Rápida de Maxila (ERM) pode ter indicação ortodôntica e ortopédica precisa. Podemos afirmar que ocorre um aumento da largura da cavidade nasal após a expansão maxilar, bem como uma diminuição na resistência nasal e até mesmo aumento do fluxo aéreo. Porém, quando relacionada com o padrão respiratório, mesmo levando em conta o relato dos autores de tais melhoras, não podemos afirmar que a ERM teria indicação precisa para melhorar este padrão respiratório. A existência, ou não de obstrução nasal, pode estar relacionada com outras estruturas anatômicas, que não estariam sendo relacionada ou mesmo influenciadas pela ERM.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-927X