DETECÇÃO DA REMOÇÃO DE METAIS PESADOS PELA TÉCNICA DE RADIAÇÃO SINCROTRON EM LAGOA DE ESTABILIZAÇÃO

ARISTON SILVA MELO JÚNIOR, KLEBER ARISTIDES RIBEIRO, Leonardo Donegal Liqueri Saldias, Eduardo Rodrigues Alves, Wilham Jesus Mendes, Douglas Nascimento Gomes

Resumo


A preocupação com as fontes de água no planeta são cada vez mais necessárias para a preservação da vida no planeta. Com o aumento populacional e o desenvolvimento tecnológico a demanda hídrica tem se tornado cada vez maior. Para enfrentar os impactos ambientais que o uso indiscriminado de água e a poluição causada por esgotos ocasionam, os cientistas e engenheiros têm trabalhado na construção de tecnologias alternativas para tratamento de esgoto. Uma das tecnologias empregadas é o sistema de lagoas de estabilização. O projeto monitorou durante 9 semanas os valores de remoção de metais pesados numa lagoa localizada no ribeirão Capanema. Os elementos químicos detectados foram: fósforo (P); enxofre (S); cloro (Cl); potássio (K); cromo (Cr); manganês (Mn); ferro (Fe) e zinco (Zn). E seus valores de remoção percentual foram respectivamente: 42,95%; 19,44%; 30,06%; 40,64%; 85,71%; 72,09%; 55,77% e 58,06%. Tais valores mostraram que o sistema tem uma eficiência considerável quando a finalidade é depurar o corpo de água.


Palavras-chave


Saneamento, Química, Sustentabilidade, Engenharia Ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBANO, P. V. Utilização de ácido tricloroisocianúrico (ATCI) na desinfecção de efluente sanitário de lagoa facultativa: avaliação da formação de trialometanos (TAMs). Dissertação. UNICAMP. Campinas, SP, 2014.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE (CONAMA). RESOLUÇÃO No 357. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. 17 de março de 2005.

CAMPOS, J.A. Desinfecção de Efluente de Lagoa de Estabilização com Ácido tricloroisocianúrico (ATCI) em Pastilhas: Avaliação da Remoção de Coliformes. 110 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2013.

KLAASSEN CURTIS, D.; Casarett and Doull’s Toxicology: The Basic Science of Poisons. McGraw-Hill; Sixth Edition; pp. 812-837. 2001.

LNLS, página do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron na Internet. www.lnls.br. (Acesso em: 1 de janeiro de 2019).

MELO JÚNIOR, A. S. Dinâmica da remoção de nutrientes em alagados construídos com Typha sp. Dissertação de Mestrado. UNICAMP. 2003.

MELO JÚNIOR, A. S. Análise quantitativa do material particulado na região de campinas através das técnicas de microfluorescência de raios x e reflexão total usando radiação síncrotron. Tese de Doutorado. UNICAMP. 2007.

Organização das Nações Unidas (ONU). Relatório das Nações Unidas sobre

Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, 2012.

OGA, S. Fundamentos de toxicologia. Ed. Atheneu. São Paulo, 2003. 474 p.

PERÍGOLO, R. A. Avaliação do Emprego de Lagoas de Estabilização em Escala Piloto para Pesquisa de Tratamento de Esgoto Doméstico. Dissertação. UNB. [Distrito Federal] 2004.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITIRAPUÃ. Plano de saneamento municipal: água e esgoto. Itirapuã, 2011.

PORTO, R. M. Hidráulica Básica, 2 edição, EESC – USP, 1999.

RIBEIRO, M. A. C. Contaminação do solo por metais pesados. Dissertação. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Lisboa. 2013.

ROUTHIER, P. Voyage au monde du metal, eds. Berlin, Paris. 2000.

VON SPERLING, M. Princípios do tratamento biológico de águas residuárias: Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. 2 ed. Minas Gerais: Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, UFMG, 1996. v. 1, 243 p.

YÁNEZ C. F. Lagunas de Estabilización. Cuenca, Ecuador: Monsalve, 1993.

ZEILIK, M. Astronomy: the evolving universe. 4 ed. Joanna Cotler Books. p. 334-335. 1985.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797