ENSINO DE CIÊNCIAS BILÍNGUE: ADAPTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA AS AULAS DE CIÊNCIAS EM LÍNGUA INGLESA

DANIEL MANZONI DE ALMEIDA, MÁRCIA FERREIRA SCHLEMPER

Resumo


O mundo contemporâneo exige uma educação que dissolva fronteiras entre os saberes e trabalhe a interdisciplinaridade e o multiculturalismo em uma perspectiva multilinguística. Dessa forma, o aprendizado de língua inglesa passa a ter importância para o acesso dos estudantes a diferentes culturas. O objetivo dessa pesquisa foi propor uma atividade de ensino-aprendizagem ativa com tema de ciências e saúde para as aulas de ciências em Língua Inglesa do Ensino Médio. A atividade por investigação proposta em uma turma de EM de um colégio público durante o desenvolvimento do estágio curricular mostrou que os alunos estão envolvidos com a leitura e com a interpretação, assim como, com a produção de textos em Língua Inglesa, competências e habilidades que devem ser desenvolvidas para a aquisição de segunda língua.


Palavras-chave


ensino de ciências bilíngue; sequência investigativa em língua inglesa; ensino de língua inglesa

Texto completo:

PDF

Referências


ALAMEDDINEA, M, M., AHWALB, A, W. Procedia - Social and Behavioral Sciences 232, 332 – 337. Inquiry Based Teaching in Literature Classrooms, 2016.

ARAUZ, P. E. Inquiry-Based Learning in an English as a Foreign Language Class: A Proposal. Revista de Lenguas Modernas, no, 19, 2013.

BARBARA, Leila & Ramos, Rosinda (orgs.). 2003. Reflexões e ações no ensino-aprendizagem de línguas. São Paulo: Mercado de Letras.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

BEACH, R., & MYERS, J. Inquiry-based English instruction: Engaging students in literature and life, 2001

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan./jun. 2011.

BERGMANN, J.; SAMS, A. Flip Your Classroom: Reach Every Student in Every Class Every Day. 1. ed. Colorado: ISTE and ASCD, 2012. 239p.

BLANCHARD, M. R.; SOUTHERLAND, S. A.; OSBORNE, J. W.; SAMPSON, V. D.; ANNETA, L. A.; GRANGER, E. M. Is inquiry possible in light of accountability? A quantitative comparision of the relative effectiveness of guided inquiry and verification laboratory instruction. Science Education, s. l., p. 577-616, Mar. 11, 2012.

BRASIL, Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN+). Ciências Humanas e suas tecnologias. Brasília: MEC, 2006 a.

BRASIL, Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN+). Ciências da Natureza e Matemática e suas tecnologias. Brasília: MEC, 2006 b.

BRASIL, Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN+).Linguagens, Códigos e suas tecnologias.Brasília: MEC, 2006 c

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília: Secretaria de Educação Média e Tecnológica, 1999

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos: apresentação dos temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.

education. NARST annual meeting. New Orleans, LA 2002.

FAZENDA, I. C. A. Integração e Interdisciplinaridade no Ensino Brasileiro: efetividade ou ideologia? 4. ed., São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FAZENDA, I. O Que é interdisciplinaridade? (org.). — São Paulo : Cortez, 2008.

FERREIRA, Marília Mendes. A perspectiva sócio-cultural e sua contribuição para a aprendizagem de língua estrangeira: em busca do desenvolvimento. Revista Intercâmbio, volume XXI: 38-61, 2010.

HART, J., & LEE, O. Teacher professional development to improve the science and literacy achievement of english language learners. Bilingual Research Journal, Vol. 27, No.3, 2003.

HART, J., & LEE, O.. Teacher professional development to improve the science and literacy achievement of english language learners. Bilingual Research Journal, Vol. 27, No.3, 2003

LEE, O. Science education with English language learners: synthesis and research agenda. Review of Educational Research, Vol. 75, No. 4, 2005.

LEE, O. Science education with English language learners: synthesis and research agenda. Review of Educational Research, Vol. 75, No. 4, 2005.

MACHADO, Cristina Gomes. Multiculturalismo: muito além da riqueza e da diferença. Rio de Janeiro: DP & A, 2002

MANZONI-DE-ALMEIDA, D. & Trivelatto, S.. Elaboração de uma atividade de ensino por investigação sobre o desenvolvimento de linfócitos b. In: X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. X ENPEC, 2015.

MANZONI-DE-ALMEIDA, D. O desenvolvimento da escrita argumentativa nas aulas de Imunologia do Ensino Superior por metodologias ativas. Compartilha Docência, v. 1, p. 3-19, 2016.

MANZONI-DE-ALMEIDA, D., Marzin-Janvier, P., Trivelato, S.L.F. Analysis of epistemic practices in reports of higher education students groups in carrying out the inquiry-based activity of immunology. Investigações em Ensino de Ciências, 21 (2), 105-120, 2016

MANZONI-DE-ALMEIDA, D; Marzan, P ; Trivelato, SLF. Analysis of epistemic practices in reports of higher education student’s groups in carrying out the inquiry-based activity of immunology. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 22, p. 105-120, 2016.

MANZONI-DE-ALMEIDA, D; Trivelatto S . Elaboração de uma atividade de ensino por investigacao sobre o desenvolvimento de linfocitos B. In: X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências ? X ENPEC, 2016, Aguas de Lindóia. X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências.X ENPEC, 2015.

MEC/SEF. Parâmetros Curriculares Nacionais – Língua Estrangeira – 3o e 4o Ciclos do Ensino Fundamental. Brasília: MEC, 1998.

MOITA LOPES, Luiz Paulo. 2003. A nova ordem mundial, os parâmetros curriculares nacionais e o ensino de inglês no Brasil: a base intelectual para uma ação política In:

SANTOMÉ, J.T. Globalização e Interdisciplinaridade: O currículo integrado. Porto Alegre: Artmed, 1998

SILBERMAN, M. Active learning: 101 strategies do teach any subject. Massachusetts: Allyn and Bacon, 1996

SMITHENRY, D. W. Integrating guided inquiry into a tradicional chemistry curricular framework. International Journal of Science Education, s.l., n. 32(13), p. 1689-1714, Set. 2010.

TOULMIN, S. E. Os usos do argumento. São Paulo, SP: Martins Fontes, 375p., 2006.

VAN DUZER, C. Reading and the Adult English Language Learner. Washington, D.C.: Clearinghouse for ESL Literacy Education, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797