ANALISE DO PADRÃO DE QUALIDADE PARA REUSO DE ÁGUA EM CANTEIRO DE OBRAS

ARISTON SILVA MELO JÚNIOR, KLEBER ARISTIDES RIBEIRO, CAIQUE DIEGO PEREIRA, JEÚ SOUZA CHAVES, MARCELO AUGUSTO MARTINI CARLOS, NATALIA PEREIRA ROCHA DOS REIS

Resumo


A disponibilidade de água no atual cenário mundial faz com que seja importante a conservação dos recursos hídricos. Com o crescimento populacional e a demanda por água para consumo e produção cada vez maior, tornou-se importante à reutilização quando possível de toda água usada nos processos humanos. Um dos setores que utiliza grandes quantidades hídricas é o setor de construção civil. O processo de novos empreendimentos faz com que a engenharia civil demande de grandes quantidades de água no processo de confecção de obras civis. Por isso, o reuso de água em canteiros de obras tornou-se uma importante ferramenta para a conservação de água e ao mesmo tempo uma fonte de economia nos novos empreendimentos. Sem dúvida a engenharia civil deve procurar proteger as fontes hídricas e estimular o reuso para um crescimento sustentável. A pesquisa estudada nesse projeto objetivou o estudo dos padrões de concentração de fósforo e nitrato em três localidades distintas de canteiros de obras na cidade de São Paulo, Brasil. Os resultados obtidos permitiram avaliar um percentual de 47,35% e 59,45% respectivamente para as águas pluviais e subterrâneas em comparação as águas cinza com relação à concentração de fósforo de 3,31 mg.L-1. Já para a concentração de nitrato, o valor de águas cinza foi de 9,46 mg.L-1, enquanto que o percentual de águas pluviais e subterrâneas foi de 39,29% e 54,10%, respectivamente.


Palavras-chave


Reuso, sustentabilidade, engenharia, meio ambiente.

Texto completo:

PDF

Referências


AOAC Official Method 973.55 – Phosphorus in water. Official Methods of Analysis of AOAC International. 2000.

Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano - CMADU. Reuso de água na construção civil. Vitória: 76º Encontro Nacional da Indústria da Construção - ENIC. 2004.

HESPANHOL, Ivanildo. Conservação e reúso como instrumentos de gestão para atenuar os custos de cobrança pelo uso da água no setor industrial. In: Bicudo, C. E. M.; Tundisi, J.G.; Scheuenstuhl, M.C.B. (Orgs). Águas do Brasil: análises estratégicas. São Paulo, Instituto de Botânica, 2010.

MARCONDES, Adalberto W. Opulência e Desigualdade. Disponível em

. Acesso em: 14 maio 2018.

MALAGUTI, Gustavo A. Regulação do setor elétrico brasileiro: da formação da indústria de energia elétrica aos dias atuais. Textos para Discussão. Faculdade de Economia - Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2009.

MAY, S. Estudo de viabilidade do aproveitamento de água de chuva para consumo não potável em edificações. 2004. 159 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2004.

MIERZWA, J. C., e HESPANHOL, I. Água na Indústria: Uso racional e reuso. São Paulo: Oficina de Textos. 2005.

MTE. (1995). NR 18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção. Acesso em 19 de maio de 2018, disponível em Portal do Trabalho e Emprego:

http://portal.mte.gov.br/data/files/8A7C812D3226A41101323B2D85655895/nr_18.pdf

OLIVEIRA, C. N. Indicadores de consumo e propostas para racionalização do uso da água em instalações de empreiteiras: Caso da refinaria Landulpho Alves de Mataripe. Salvador: Universidade Federal da Bahia (Mestrado). 2009.

OHNUMA, D. Soluções sustentáveis em canteiros de obras com foco na redução de riscos e custos. São Paulo: CTE (Centro de Tecnologia de Edificações). 2015.

PEIXOTO, Maria L. C. Avaliação da gestão dos recursos hídricos: impactos da Lei Federal 9.433/97. Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós- Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2004.

RILLO, J. Viabilidade Econômica do Reuso da Água na Construção Civil. Trabalho de Conclusão de Curso. São Paulo: Universidade Anhembi Morumbi, 2006.

SILVEIRA, B. Q. Reuso da água em edificações residenciais. 2008. 44 p. Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Construção Civil da Escola de Engenharia da UFMG.

SPEZZIO, A. et al. Consumo de água em canteiro de obras: gestão da demanda de água. PHA2537 Água em ambientes urbanos. São Paulo: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797