UTILIZAÇÃO DE BIODIGESTORES PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DE DEJETOS DE SUÍNOS NO BRASIL

Antônio Carlos Fernandes Filho, Cristiane Oliveira Silva Santana, Marco Aurélio Gattamorta

Resumo


As fortes transformações dos sistemas de produção de animais confinados têm trazido avanços no setor agropecuário. No entanto, essa transformação também tem causado problemas ambientais, devido à concentração e aumento da escala de produção. Os dejetos de suínos, quando não tratados e dispostos inadequadamente, causam prejuízos ao meio ambiente, sociedade e economia, pois podem contaminar o ar, solo e a água. Este trabalho visa analisar a importância dos biodigestores na destinação adequada dos dejetos produzidos pela suinocultura, e geração de biogás e biofertilizantes nas propriedades rurais. Os resultados indicam que a geração e o aproveitamento do biogás a partir dos resíduos da suinocultura mostra-se como uma alternativa vantajosa econômica e ambientalmente, pois permite a geração de energia térmica e elétrica, reduzindo os custos provenientes da demanda energética das propriedades rurais, ao mesmo tempo que minimiza a liberação dos dejetos no solo e na água, reduzindo seus efeitos poluidores.


Palavras-chave


biodigestor; biogás; dejetos suínos; geração de energia.

Texto completo:

PDF

Referências


Arruda, M. H., Amaral, L. D., Pires, O. P., Barufi, C. R.; Dimensionamento de Biodigestor para Geração de Energia Alternativa. Revista Científica Eletrônica de Agronomia, 2002.

Avellar, L. H., Carrocci, L. R., Silveira, J. L.; Biogás na co-produção: a utilização de subprodutos agro-industriais nageração de energia em unidades co-geradoras. Bioteconologia, Ciência e Desenvolvimento. Novas Tecnologias, 2002.

Barbosa, G.; Langer, M.; Uso de biodigestores em propriedades rurais: uma alternativa à sustentabilidade ambiental. Unoesc & Ciência – ACSA, Joaçaba, v. 2, n. 1, 2011, p. 87-96.

Bauer, C., A. 2., Korthals, M., Gronauer, A., Lebuhn, M.; Methanogens in biogas production from renewable resources – a novel molecular population analysis approach. Water Sci. Tech. 58, No. 7, 2008, p. 1433–1439.

Benicasa, M. ; Ortolani, A.F; Lucas JR., J. Biodigestores Convencionais. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. UNESP, Jaboticabal, 1990, p. 25.

Bonfante T.M.; Análise da Viabilidade Econômica de Projetos que Visam à Instalação de Biodigestores para o Tratamento de Resíduos da Suinocultura sob às Opticas do Mecanismo do Desenvolvimento Limpo (MDL) e da Geração de Energia [Dissertação]. Ribeirão Preto: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade; 2010.

Carvalho, P. L. C.; Viana, E. F. Suinocultura SISCAL e SISCON: análise e comparação dos custos de produção. Custos e Agronegócio Online, v. 7, n. 3, 2011.

Comastri, J. A.; Biogás: independência energética do Pantanal Mato-Grossense. EMBRAPA – Circular Técnica, 09, 1981, p. 53.

Cordebella, A.; Souza, S.N.M.; Souza, J.; Koheler, A. C.; Viabilidade da cogeração de energia elétrica com biogás da bonivocultura de leite. Enc. Energ. Meio Rural 2006.

Gaspar, R. M. B. L.; Utilização dos biodigestores em pequenas e médias propriedades rurais com ênfase na agregação de valores: um estudo de caso na região de Toledo – PR. [Dissertação] Florianópolis: UFSC, 2006.

Guimarães, D.; Aaral, G.; Lemos, M.; Ito, M.; Custodio, S.; Suinocultura: Estrutura da cadeia produtiva, panorama do setor no Brasil e no mundo e o apoio do BNDES; BNDES Setorial 45, 2017, p. 85-136.

Konzen, E. A.; Viabilidade ambiental e econômica de dejetos de suínos. Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 27, 2006.

Kunz, A.; Oliveira, P. A. V.; Aproveitamento de dejetos de animais para geração de biogás. Revista de política agrícola, Ano XV, n. 3. 2006.

Luana Patrícia Pinto, A. C.; Levantamento de dados sobre os dejetos suínos e suas características. Revista Brasileira de Energias Renováveis, 2014, p. 179-187.

Moraes, K.; Resíduos Agropecuários: passada onda da biodigestão no Brasil, tecnologia resiste na suinocultura. Canal Rural 2014. Disponível em: http://www.canalrural.com.br/noticias/pecuaria/residuos-agropecuarios-passada-onda-biodigestao-brasil-tecnologia-resiste-suinocultura-38558. Acessado em: 24/05/2018.

Palhares, J.C.P; Biodigestão anaeróbia de dejetos de suínos: aprendendo com o passado para entender o presente e garantir o futuro. Disponível em: www.cnpsa.embrapa.br/down.php?tipo=artigos&cod_artigo=272. Acessado em 20/05/2018.

PROSAB: Programa de Pesquisas em Saneamento Básico; Rede Cooperativa de Pesquisas/ Digestão Anaeróbia de Resíduos Orgânicos e Aproveitamento de Biogás. Coordenador: Cassini, S. T., 2003. Disponível: https://www.finep.gov.br/images/apoio-e-financiamento/historico-de-programas/prosab/ProsabStulio.pdf. Acessado em 18/04/2018

Santini, G. A.; Souza Filho, H. M. Mudanças tecnológicas em cadeias agroindustriais: uma análise dos elos de processamento da pecuária de corte, avicultura de corte e suinocultura. In: Congresso da sociedade Brasileira de Economia Rural. Cuiabá, Sober, 2004. p. 1-12.

Santos, E.L.B.; Junior, G. N.; Produção de biogás a partir de dejetos de origem animal. Tekhne e Logos, v. 2, n. 2, 2013.

Seixa, J. E.. Construção e Funcionamento de Biodigestores. EMBRAPA-CPAC. cIRCULAR TÉCNICA, 4, 1980.

Silva, J. E. P; Avaliação técnica e econômica de um biodigestor de fluxo tubular: estudo de caso do modelo implantado na ETEC “Orlando Quagliato” em Santa Cruz do Rio Pardo [Dissertação] Botucatu: Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, 2016.

Silva, N. P., Francisco, A. C.; Geração de energia elétrica a partir de dejetos suínos: um estudo de caso em uma propriedade rural na região oeste do estado do Paraná. Nucleus, v.7, n.2, 2010, p. 65 - 82.

Sumário Executivo - Agricultura de Baixa Emissão de Carbono: A evolução de um novo paradigma, Coordenador: Roberto Rodrigues .Link: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/117611/1/sumario-estudo-1.pdf. Acessado em 23/05/2018.

Tarrento, G. E.; Martinez, J. C.; Analise da implantação de biodigestores em pequenas propriedades rurais, dentro do contexto da produção limpa; XIII SIMPEP - Bauru, SP, Brasil, 06 a 08 de novembro de 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797