BIOCONCRETO: A TECNOLOGIA PARA CONSTRUÇÃO SUSTENTAVEL

Felipe Portela Candido Silva, Victor de Carvalho Passarini

Resumo


O bioconcreto é uma tecnologia que vem sendo muito discutida alguns anos devido a sua peculiaridade, pois como o concreto é uns dos materiais mais usado no mundo, na construção há geração de fissuras decorrentes das intemperes e pelas ações mecânicas, então esta tecnologia vem sendo muita estudada. Então o objetivo é mostrar como o bioconcreto pode ser muito eficaz na construção civil, e como é a formação do carbonato de cálcio, que é o componente que faz a “cicatrização” do concreto. Pela revisão pode-se compreender o processo que é realizado, a metodologia pode ser usada uma bactéria que tenha característica de precipitação de carbonato de cálcio em uma solução, e lactato de cálcio que funciona como alimento, que converte em carbonato de cálcio através do processo de uréase. O experimento realizado por Henk Jonkers mostra resultados importantes para que o bioconcreto foi desenvolvido. E que a pesquisa para que fora feita cumpriu seu objetivo na eficiência na “cicatrização”. Com isso o bioconcreto está concluído, demonstrou sua eficiência na regeneração na fissura além de reforçar a estrutura do concreto.


Palavras-chave


Bioconcreto; Precipitação de carbonato de cálcio; Biomineralização; Concreto biológico; Auto cura do concreto.

Texto completo:

PDF

Referências


BACTERIAL CONCRETE. [S.l.]: Civ. Eng. Saminar 2016 [Acesso em: 2017 out 22]; Disponível em: .

CARLINI, C. R. Ureases: aspectos estruturais. Laneurotox [internet] [Acesso em: 2017 ago 25] Disponível em: .

DE PAULA, Silva Maria. Uma abordagem de parâmetros da biomineralização em um sistema constituído por carbonato de cálcio . 2006. 182 p. tese (Doutorado em Fisica)- Instituto de fisica, USP, [S.l.], 2006.

EFFTING, Carmeanne et al. Efeitos da Temperatura Sobre o Concreto . Disponível em: . Acesso em: 06 set. 2017.

FERNANDES, Viviane Kettermann ; MARTENDAL, Caroline Pereira. O que é biomineralização?. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2017.

GONZALES , Yamile Valencia. INFLUÊNCIA DA BIOMINERALIZAÇÃO NAS PROPRIEDADES FÍSICO - MECÂNICAS DE UM PERFIL DE SOLO TROPICAL AFETADO POR PROCESSOS EROSIVOS . 2009. 208 p. TESE (TESE DE DOUTORADO EM GEOTECNIA)- FACULDADE DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL E AMBIENTAL, UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA , [S.l.], 2009.

JONKERS, Henk Marius. Bacteria-based self-healing concrete. Tudelft [internet]. 2011 [Acesso em: 2017 out 01]; 56 (1/2): 12. Disponivel em: https://repository.tudelft.nl/islandora/object/uuid:8326f8b3-a290-4bc5-941d-c2577740fb96?collection=research

JONKERS, Henk Marius; SCHLANGEN, Eric. Self-healing of cracked concrete: A bacterial approach. IA-FraMCoS [internet]. [Acesso em: 2017 out 04]; Disponível em: http://framcos.org/FraMCoS-6.php#gsc.tab=0

MORTENSEN BM, HABER MJ, DEJONG JT, CASLAKE LF, NELSON DC. Effects of environmental factors on microbial induced calcium carbonate precipitation. On. library [internet]. 2011 [acesso em 2017 out 5]; 338-349. Disponivel em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1365-2672.2011.05065.x/full

SANTOS, Altair. Bactéria pode dar “imortalidade” ao concreto . Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2017.

SOARES CARNEIRO, Guilherme Victor Humberto; DOS SANTOS GIL, Leonardo Koziel; CAMPOS NETO, Manoel Pires. Calor de Hidratação no Concreto . 2011. 67 p. Trabalho de conclusão de curso (GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL)- ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS, [S.l.], 2011.

SUNIL PRATAP REDDY S; SESHAGIRI RAOB M.V; APARNAC P; SASIKALAC Ch. PERFORMANCE OF STANDARD GRADE BACTERIAL (BACILLUS SUBTILIS) CONCRETE. Researchgate [internet]. 2010 [acesso em 2017 out 30]; 11(1): 43-55. Disponivel em: https://www.researchgate.net/publication/267799642_Performance_of_standard_grade_bacteria_Bacillus_Subtilis_concrete

THE GUARDIAN (2015): The self-healing concrete that can fix its own cracks. United Kingdom, UK: Rosie Spinks.

VIEIRA DOS REIS, Luann. BIOTECNOLOGIA MICROBIANA DA CONSTRUÇÃO: POTENCIAL DE BIOMINERALIZAÇÃO DE BACTÉRIAS UREOLÍTICAS DE SOLO DE CERRADO E DE REJEITOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL . 2017. 103 f. Dissertação (PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS)- UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS, [S.l.], 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797