ESTUDO DE CASO SOBRE O DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE CONTRATOS

Rafael Galhardo Carnevali

Resumo


Diante do nível de competitividade em que as empresas se colocam no mercado torna-se cada vez mais necessário o uso de técnicas, tecnologias e ferramentas que gerem melhores resultados. Dentro do setor de comércio atacadista, as companhias vêm em busca de novas estratégias e mecanismos de captação de recursos, melhores prazos e condições de compra, menores perdas e quebras de mercadorias que consequentemente apontam para uma maior lucratividade. O gerenciamento de contratos tem se tornado um diferencial pois através dele é possível captar recursos, distribui-los corretamente, deixar de operar negativamente dentro dos setores amparados pelos contratos e compor os resultados financeiros das companhias.

O estudo a seguir é de caráter exploratório e qualitativo e mostra como o gerenciamento de contratos pode se tornar rentável para as empresas através de analises e alterações contratuais. As poucas empresas que atuam com afinco apoiando esse setor de gerenciamento vêm colhendo recursos outrora inexistentes, mas que atualmente contribuem como parte integrante dos resultados financeiros das companhias, compondo as margens de lucratividade de forma a amparar e cobrir os spreads de preços causados pelos fatores mercadológicos e naturais.


Palavras-chave


Competitividade, recursos, contratos e resultados.

Texto completo:

PDF

Referências


BIBLIOGRAFIA

SLACK, Nigel. Administração da produção. São Paulo: Atlas, 1997.

SCHENDEL, Sérgio. Gerenciamento de Contratos em Compras. Curitiba: SSTC Consultoria, 2006. Apostila do curso de Procedimentos para Administração de Contratos.

NATIONAL CONTRACT MANAGEMENT ASSOCIATION. Contract management body of knowledge (CMBOK). 2 ed. Ashburn, 2004.

TURNER, J. R. Contracting for project management. Aldershot: Gower, 2003.

_____. Project contracting management and a theory of organization. ERIM report series research in management. Rotterdam: Erasmus Research Institute of Management, 2001.

GOMES, O. Contratos. 24ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2001.

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. A guide to the project management body of knowledge (PMBOK Guide). 4 ed. Newtown Square: Project Management Institute, 2008.

WILLIAMSON, O. E. The economic institutions os capitalism: firms, markets, relational contracts. New York: The Free Press, 1985.

MEIRELLES, Hely Lopes. Licitação e Contrato Administrativo. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais Ltda, 1991.

HEINRITS, Stuart F. Compras: Princípios e aplicações. São Paulo, Atlas, 1983.

WAGNER, S. M.; SCHWAB, A. P., 2003. Determinants for the success of electronic reverse auctions. In: International IPSERA Conference, 12., Budapest, 2003, p. 321-336.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil brasileiro: teoria das obrigações contratuais e extracontratuais (3º vol.), 10 ed. São Paulo: Saraiva, 1995.

DOUGLAS, C. J., MUNGER, E. L.; “Construction management”. Englewood Cliffs, N.J., Prentice-Hall, 1969


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INOVAE  -  ISSN 2357-7797