Evolução da governança corporativa no Brasil: levantamento da produção científica dos cursos de mestrado e doutorado de 2010 a 2016

Wagner Guimarães Bastos, Carla Diniz dos Santos da Silva

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi mapear o histórico e a evolução das pesquisas acadêmicas, bem como os principais autores que serviram como fonte para os trabalhos que tiveram como tema a Governança Corporativa. A pesquisa foco no material produzido e apresentado a título de Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado, nos cursos ligados aos Departamentos de Administração, Ciências Contábeis e Finanças, das instituições com nota 5, 6 e 7 na avaliação trienal 2013 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Tratou-se de um estudo de análise bibliométrica, com abordagem quantitativa, além da estatística descritiva. O estudo analisou a produção de 472 trabalhos referentes ao tema, no período de 2010 a 2016. O estudo foi realizado nas bibliotecas virtuais das 22 instituições objeto da pesquisa, onde três instituições foram descartadas pela falta de informações disponíveis na internet. Os resultados das pesquisas revelam que foram produzidos 472 trabalhos nas 19 instituições avaliadas no período de 2010 a 2016, com uma média aproximada de 67 estudos apresentados por ano. Foram catalogadas 35.620 citações nos estudos analisados, em um total de 2.875 autores diferentes.    


Palavras-chave


Estudo Bibliométrico; Governança corporativa; evolução; autores relevantes

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, F. G. Governança corporativa no Brasil criação de valor com base na gestão corporativa: um estudo de caso do setor de telecomunicações. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) – Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

ALMEIDA, M. A.; SANTOS, J. F.; FERREIRA, L. F. V. M.; TORRES, F. J. V. Evolução da qualidade das práticas de governança corporativa: um estudo das empresas brasileiras de capital aberto não listadas em bolsa. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 5, p. 907-924, 2010.

ALVARADO, R. U. A bibliometria no Brasil. Ciência da Informação, v. 13, n. 2, p. 91-105, 1984.

ANDRADE, A.; ROSSETTI, J. P. Governança corporativa: fundamentos, desenvolvimento e tendências. São Paulo: Atlas, 2004.

ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, v. 12, n. 1, p. 11-32, 2006.

BEUREN, I. M. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade. São Paulo: Atlas, 2004.

BIANCHI, M. A Controladoria como um mecanismo interno de governança corporativa e de redução dos conflitos de interesse entre principal e agente. 159 p. Dissertação (Mestrado em Contabilidade). Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2005.

BIANCHI, M.; SILVA, C. V.; GELATTI, R.; ROCHA, J. M. L. A Evolução e o perfil da Governança Corporativa no Brasil: um levantamento da produção científica do ENAMPAD entre 1999 e 2008. Revista ConTexto, v. 9, n. 15, p. 1-16, 2009.

BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO. Níveis de governança corporativa. Disponível em: < http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/produtos/indices/indices-de-governanca/indice-governanca-corporativa-trade-igct-composicao-da-carteira.htm >. Acesso em: 02 jan. 2018.

BOMFIM, R. T. A produção acadêmica sobre governança corporativa no Brasil: 2003-2005. Cadernos do SepADM, v. 3, n. 2, 51-65, 2006.

BUFREM, L.; PRATES, Y. O saber científico registrado e as práticas de mensuração da informação. Ciência da Informação, v. 34, n. 2, p. 9-25, 2005.

CAMARGOS, M. A.; COUTINHO, E. S.; AMARAL, H. F. O perfil da área de finanças do EnANPAD: um levantamento da produção científica e de suas tendências entre 2000-2004. In: Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro. Anais... ANPAD, 2005.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM. Recomendações da CVM sobre governança corporativa. Rio de Janeiro, 2002.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de Pesquisa em Administração. 7. ed. Porto Alegre: Bookman, 2003.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES. Avaliação Trienal 2013 dos cursos de Mestrado e Doutorado. Disponível em: . Acesso em: 08 de out. 2017.

COUTINHO, E. S.; AMARAL, H. F.; BERTUCCI, L. A. O impacto da estrutura de propriedade no valor de mercado de empresas brasileiras. Revista de Administração da USP, v. 41, n. 2, p. 197-207, 2006.

CRUZ, A. P. C. da. et al. Perfil das redes de cooperação científica: congresso USP de controladoria e contabilidade – 2001 a 2009. Revista Contabilidade & Finanças, v. 22, n. 55, p. 64-87, 2011.

GAZDA, E.; QUANDT, C. O. Colaboração interinstitucional em pesquisa no Brasil: tendências em artigos na área de gestão da inovação. RAE Eletrônica, v. 9, n. 2, 2010.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1995.

HITT, A. M.; IRELAND, R. D.; HOSKISSON, R. E. Administração estratégica: competitividade e globalização. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.

HOLM, C.; SCHOLER, F. Reduction of asymmetric information through corporate governance mechanisms – the important of ownership dispersion and exposure toward the international capital market. Corporate Governance: An International Review, v. 18, n. 1, p. 32-47, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Código das melhores práticas de governança corporativa. 3. ed. São Paulo, 2004. Disponível em: . Acesso em: 09 jan. 2018.

LEAL, R. P. C., CARVALHAL DA SILVA, A. L. & VALADARES, S. M.. Estrutura de controle das companhias brasileiras de capital aberto. Revista de Administração Contemporânea, v. 6, n. 1, p. 7-18, 2002.

LEITE FILHO, G. A. Padrões de produtividade de autores em periódicos de congressos na área de contabilidade no Brasil: um estudo bibliométrico. In: CONGRESSO USP CONTROLADORIA E CONTABILIDADE. Anais Eletrônicos. Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, 2006.

LIPPMAN, S. A.; RUMELT, R. P. Uncertain imitability. Bell Journal of Economics, USA, v. 13, n. 2, p. 418-438, 1982.

MACHADO JUNIOR, C., SOUZA, M. T. S., PARISOTTO, I. R. S., PALMISANO, A. A contribuição da sociologia do conhecimento para os estudos de institucionalização e legitimação do conhecimento do campo científico. Organizações & Sociedade, v. 23, n. 77, p. 231-246, 2016a.

MACHADO JUNIOR, C., SOUZA, M. T. S., PARISOTTO, I. R. S., PALMISANO, A. As leis da Bibliometria em diferentes Bases de dados Científicos. Revista de Ciências da Administração, v. 18, n. 44, p. 111-123, 2016b.

MARCHET, F. A. Governança corporativa e eficiência das organizações. 101p. Dissertação (Mestrado Profissional em Economia) – Programa de Pós-Graduação em Economia, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2001.

MENDES-DA-SILVA, W., Governança corporativa e estratégia: evidências de associações e implicações para o desempenho financeiro de indústrias brasileiras. Dissertação (Mestrado em Administração), UFPE, Recife, 197 pg., 2003.

MENDES-DA-SILVA, W.; FERRAZ-ANDRADE, J. M.; FAMÁ, R.; MALUF FILHO, J. A. Disclosure via website corporativo: um exame de informações financeiras e de governança no mercado brasileiro. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 2, 190-205, 2009.

MURITIBA, S. N. et al. Governança corporativa no Brasil: uma análise bibliométrica das publicações dos últimos doze anos. In: SEMINÁRIO EM ADMINISTRAÇÃO. XIII Semead. Anais Eletrônicos. São Paulo: Semead, 2010. Disponível em: . Acesso em: 18 out. 2011.

NASCIMENTO, A. M.; BIANCHI, M.; TERRA, P. R. S. A Controladoria como um mecanismo interno de governança corporativa: evidências de uma survey comparativa entre empresas de capital brasileiro e norte-americano. Revista da Associação Brasileira de Custos, v. 2, n. 2, p. 70-96, 2007.

NASCIMENTO, S.; BEUREN, I. M. Redes sociais na produção científica dos programas de pós-graduação de ciências contábeis do Brasil. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 1, p. 47-66, 2011.

NEDERHOF, A. J. Bibliometric monitoring of research performance in the social sciences and the humanities: a review. Scientometrics, v. 66, n. 1, p. 81-100, 2006.

PUNSUVO, F. R., KAYO, E. K. & BARROS, L. A. B. de C.. O ativismo dos fundos de pensão e a qualidade da governança corporativa. Revista Contabilidade & Finanças, v. 18, n. 45, p. 63-72. 2007.

RIBEIRO, H. C. M., MACHADO JUNIOR, C., SOUZA, M. T. S., CAMPANÁRIO, M. A., CORREA, R. Governança corporativa: um estudo bibliométrico da produção científica das dissertações e teses brasileiras. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, v. 15, n. 3, p. 52-70, 2012.

RIBEIRO, H. C. M.; MACHADO JR, C.; SOUZA, M. T. S.; CAMPANÁRIO, M. A.; CORRÊA, R. Governança Corporativa: um estudo bibliométrico da produção científica das dissertações e teses brasileiras. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, v. 15, n. 3, p. 52-70, 2012.

RICHARDSON, R. J.; PERES, J. A. S. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas. 1989.

ROSSONI, L. et al. Aspectos estruturais da cooperação entre pesquisadores no campo de administração pública e gestão social: análise das redes entre instituições no Brasil. Revista de Administração Pública, São Paulo, v. 42, n. 6, p. 1041-1067, 2008.

ROSSONI, L.; HOCAYEN-DA-SILVA, A. J. Cooperação entre pesquisadores da área de administração da informação: evidências estruturais de fragmentação das relações no campo científico. Revista de Administração da USP, v. 43, n. 2, p. 138-151, 2008.

ROTTA, C. Governança corporativa e as decisões de investimento. 106 p. Dissertação (Mestrado em Economia) – Programa de Pós-Graduação em Economia, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

SHLEIFER, A.; VISHNY, R. A survey of corporate governance. Journal of Finance, v. 52, n. 2, p. 737-783, 1997.

SILVEIRA, A. D. M.; BARROS, L. A. B. C.; FAMÁ, R. Atributos corporativos, qualidade da governança corporativa e valor das companhias abertas no Brasil. Revista Brasileira de Finanças, v. 4, n. 1, p. 1-30, 2006.

SILVEIRA, A. M. Governança corporativa e a estrutura de propriedade: determinantes e relação com o desempenho das empresas no Brasil. 250p. Tese (Doutorado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

SILVEIRA, A. M.; BARROS, L. A. B. de C.; FAMÁ, R. Atributos Corporativos e Concentração Acionária no Brasil. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 48, n. 2, p. 51-66, 2008.

SILVEIRA, A. M.; PEROBELLI, F. F. C.; BARROS, L. A. B. C. Governança Corporativa e os Determinantes da Estrutura de Capital: Evidências Empíricas no Brasil. Revista de Administração Contemporânea - RAC, v. 12, n. 3, p. 763-788, 2008.

SOUZA, M. T. S., PARISOTTO, I. R. S., MACHADO JUNIOR, C., BARBIERI, J. C. Estudo bibliométrico de teses e dissertações de programas stricto sensu em administração sobre responsabilidade social empresarial. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 14, n. 1, p. 63-98, 2013.

SUBRAMANYAM, K. Bibliometric studies of research collaboration: a review. Journal of Information and Science, v. 6, n. 1, p. 33-38, 1983.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexadores: