A educação do século XXI como caminho para cidadania em saúde

Daniel Manzoni de Almeida

Resumo


O mundo e a humanidade vêm passando por mudanças políticas, econômicas, ambientais e sociais significativas desde a metade do século XX. Tais mudanças refletem significativamente nos processos educacionais e culturais das nações. Uma das consequências, no plano cultural, é a democratização de conhecimento e saberes como fruto das reivindicações das lutas dos movimentos sociais (das mulheres, negros, LGBTI+ e etc) e dos surgimentos das tecnologias e ferramentas de informática que não só deram acesso ilimitado ao conhecimento, mas a possibilidade da produção de saberes, conhecimento e informação por cada sujeito no mundo contemporâneo. Com essa mudança no plano cultural, os processos educativos começaram a ser repensados e reestruturados para atender e auxiliar na construção de novas formas de relações que passaram a estabelecer-se nas sociedades ocidentais, por exemplo, a passagem do foco do professor como o detector do conhecimento para aquele professor que exerce o papel do desenvolvimento da autonomia dos estudantes na construção dos seus saberes. Dessa forma, os métodos de ensino e aprendizagem foram repensados de tal maneira que o deslocamento do protagonismo, dado aos estudantes, fosse realizado possibilitando o exercício da autonomia e da liberdade no processo de sua própria aprendizagem. 

[...]


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Daniel Manzoni de Almeida

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

Indexadores: Sumários.org | Diadorim | REDIB | LATINDEX